julho 10, 2013

Estamos de LUTO e o mais certo é continuarmos!

A poucas horas de ouvirmos o Presidente da República "decretar" a mais que certa continuidade do governo que deixou de existir, não posso deixar de expressar a minha revolta.
Assistimos há dias a uma campanha de intimidação sobre o povo português que deixaria qualquer Goebbels de boca aberta.
Os arautos do poder usurpado e seus agentes assalariados esforçam-se por manter o status do "quem manda pode tudo". A brandura da oposição alimenta a corrida destes algozes num ritmo frenético.
Com eleições ou sem elas a MERDA é a mesma. Vamos continuar a ser roubados, destruídos sem volta a dar. Os "patrões" da Europa determinam, os "office boys" locais obedecem e mandam publicar e nós comemos pela medida grande.
Não acredito em milagres e como vimos na última missa nos Jerónimos eles no essencial estão unidos e benzidos pela Santa Madre Igreja.

Por isso desde o


 e o mais certo é continuarmos se não pressionarmos por todos os meios para que acabe esta VERGONHA NACIONAL!