março 26, 2007

Portugal e a Europa

Para comemorar os 50 anos da "Europa Economicista e dos Tachos" a televisão pública portuguesa promoveu ontem o Salazarismo num programa vergonhoso.
A "pandilha" reaccionária e liberal estava bem representada com alguns "fascistas encapotados" a defenderem reis e príncipes à falta de melhor.
A "maioria silenciosa" organizou-se e votou em massa no ditador.
Os "democratas" no poder são os responsáveis pelo ressurgimento das ideias fascistas. Com a sua prática oportunista estão a conduzir o país para um bêco sem saída.
Os poderosos e ricos de barrigas bem cheias gozam e batem palmas...
Até quando?

O projecto Europeu acenta igualmente no oportunismo e carreirismo de uma nova classe de burocratas que vive à custa da miséria dos povos da comunidade.
Basta-lhes montar "delegações" nos vários países para controlar a situação. Dão meia dúzia de tostões a alguns políticos corruptos (alguns até são promovidos a altos cargos e vão para Bruxelas) e fazem exigências monetárias para alimentar a "máquina capitalista" e encher os bolsos à custa dos trabalhadores que vêm as suas condições de vida piorarem enquanto os patrões engordam.
Esta Europa não tem futuro. É uma questão de tempo. Quando faltar a "massa" as comadres vão-se zangar e acaba-se o namoro.
E depois? O que virá a seguir?...

Sem comentários: